Servidor público, um guardião da democracia

Ser servidor público é um gesto de respeito à Democracia. O trabalho que garante cidadania a qualquer indivíduo é a prova de que a justiça social existe na prática. De forma ampliada, podemos dizer que a cidade acontece por conta de nosso trabalho.

Cada ônibus que trafega nas ruas; cada semáforo no trânsito; cada vacina ou curativo; a merenda das crianças nas escolas; cada bueiro limpo e cada documento público emitido. Lá está o trabalho do servidor público.

Apesar disso, somos vítimas de um sistema que maltrata, agride, precariza e até mata. Sofremos violências gratuitas em nossos postos de trabalho, sejam físicas ou psicológicas. Usuários insatisfeitos nos agridem e gestores covardes tentam ferir nossas dignidades. Isso sem contar com a desvalorização salarial para ativos e aposentados protagonizadas pelo prefeito.

O trabalho que as entidades representativas produzem ajudam a diminuir os estragos planejados pelos gestores para nossas carreiras. Enquanto eles tentam precarizar o serviço público, nós resistimos na defesa do servidor e do concurso como forma de ascensão contra a terceirização.

Nós da ASMS, temos tido conquistas valorosas e por conta disso, mantemos-nos de pé na resistência contra o autoritarismo e a indecência dos políticos. Somos guardiões da cidadania e somente com a afirmação de direitos é que teremos uma sociedade menos desigual e sadia. Por isso, permanecemos na luta.

Humberto Costa é presidente da ASMS