CULTURADestaque

Lançamento de e-book marca encerramento do projeto Alimento da Alma

0

O lançamento do e-book “Ecogastronomia – Experiências e receitas com produtos da biodiversidade baiana” encerrará, nesta quarta-feira (29), às 19h, o projeto Alimento da Alma. O evento terá transmissão ao vivo, inclusive com intérpretes de Libras, pelo canal do YouTube do Café-teatro Nilda Spencer (youtube.com/c/cafeteatronildaspencer).

A live terá como convidados Alberto Viana, curador do curso de ecogastronomia, e Fabiana Brito, uma das alunas da formação. A mediação ficará por conta de Cecília Silva e Isabella Moreira, representantes do coletivo Gastrocultura, realizador do projeto.

O e-book tem receitas desenvolvidas pelos alunos de “Ecogastronomia – Cultura e Sustentabilidade no Mundo Atual”, um dos cursos de longa duração do Projeto Alimento da Alma, com aulas que aconteceram de forma remota, de fevereiro a julho deste ano.

Participam da publicação 12 alunos e alunas que receberam três ingredientes da agricultura familiar e da economia solidária, para desenvolverem suas receitas na prática. A iniciativa foi uma forma de proporcionar aos alunos do curso o contato direto com os alimentos e produtos apresentados durante as aulas, que ocorreram de forma on-line por conta da pandemia de Covid-19.

Dentre os produtos utilizados estão a farinha de araruta, queijo coalho de leite de cabra e a geleia orgânica de maracujá da caatinga. Todos os ingredientes foram produzidos por grupos e cooperativas de agricultura familiar e economia solidária da Bahia.

O resultado poderá ser conferido na publicação, que tem também receitas desenvolvidas por Cecília e Isabella, do coletivo Gastrocultura, além de registros fotográficos feitos por Marcelo Costa. O e-book ficará disponível para o público no perfil em rede social do Projeto (instagram.com/projeto.alimentodaalma).

Cultura e Gastronomia – O Alimento da Alma teve início em janeiro deste ano, com atividades culturais e gastronômicas, que ocuparam o espaço do Café-teatro Nilda Spencer, equipamento cultural da Fundação Gregório de Mattos (FGM). O projeto foi proposto e executado pelo coletivo Gastrocultura, formado por Cecília Silva, gestora cultural e padeira; Isabella Moreira, bacharel em gastronomia; e Ugo B. Mello, produtor cultural.

Foram apresentadas 16 atrações, nas linguagens e segmentos artísticos da literatura, música, audiovisual, teatro, performances, cultura popular e artes visuais; dois seminários e quatro oficinas sobre diversos temas da gastronomia; além dos dois cursos de longa duração, “Ecogastronomia – Cultura e Sustentabilidade no Mundo Atual” e “Gastronomia – Criatividade e Empreendedorismo”.

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like